sábado, 24 de junho de 2017

MilaResendes: do meu gosto por cozinhar

"As pessoas que gostam de fazer bolos ou biscoitos aproveitam qualquer desculpa para esquentar seus fornos. Fazem um bolo para comemorar o aniversário de alguém, dedicam tempo assando biscoitos para um dia de festa e preparam brownies simplesmente porque todo o mundo adora chocolate. Mas assar bolos e bolachas é muito mais do que apenas criar algo doce para comer. Especialmente quando é feito para outras pessoas, é um ato que traz toda uma série de benefícios psicológicos."

"Não se trata apenas de dar alguma coisa doce à outra pessoa."

Estava lendo ontem um artigo muito legal no BioCulinária intitulado "Psicólogos explicam os benefícios de se fazer bolos, biscoitos ou pães para outras pessoas"; e, sabe aquele texto que mesmo antes de lermos, você já se identificou com ele? Pois é... foi o caso; fiquei pensando em quantas vezes presenteei pessoas com bolos, biscoitos que fiz com aquele amor, aquele carinho, para impactar a pessoa com algo que fiz com minhas próprias mãos (confesso que tenho o hábito de mandar embaixo do bolo a receita, pra se a pessoa quiser fazer também...).

Natais onde com todo aquele clima festivo, assei biscoitos, bolachas, broas, mini panetones, com a simples intenção de presentear, dizer pra pessoa: _Hei, lembrei de você! Fiz a massa, liguei o forno e assei esse mimo pra você!

Nossa! Que poderoso! Eu AMO cozinhar. Não sei de fato, mas tento, e por tentar já fico muito bem, comigo mesma e com os meus pensamentos/sentimentos... E se agradar a platéia, nossa! aí é que fico contente.

Na segunda-feira, me bateu uma vontade de fazer broa de milho, mas nunca tinha feito, fui pra internet assisti alguns videos (essas pessoas que disponibilizam receitas merecem total parabéns, são uns anjos) e saí com uma receita que achei básica, para mim, que nunca tinha feito. Ingrediente pra cá, ingrediente pra lá, amassa daqui, amassa dali... ficou bom pra primeira, mas tenho algumas idéias do que poderei fazer de diferente na próxima fornada; mas o pessoal de casa... nossa! o pai comeu umas três, eu comi umas seis e o Eduardo também se fartou, quentinha com um café preto... trouxemos aqui pra loja e pra minha surpresa a Isabelly e o Luiz Eduardo também comeram e gostaram! (e criança não faz média sobre gostar ou não).

E assim, lá foi aquele calorzinho no meu coração ao notar que aquele simples gesto de buscar uma receita, reunir os ingredientes, modelar as broas e assá-las, trouxe tantos hummmm pro meu dia...

E foi o que percebi lendo depois esse artigo, que existem muito mais coisas por trás da mente de quem gosta de assar bolos, biscoitos, pães e continuei me identificando com as análises feitas:

"Assar bolos e biscoitos é uma forma produtiva de autoexpressão e comunicação."

"As pessoas que têm dificuldade para exprimir seus sentimentos em palavras podem demonstrar gratidão, apreciação ou condolências, oferecendo às outras um bolo ou uma travessa de biscoitinhos". (Susan Whitbourne)

"Assar pães, bolos ou bolachas requer pensar passo a passo e seguir as etapas específicas do aqui e agora, mas também exige que se pense nas receitas como um todo, no que você vai fazer com elas, em quem vai consumir aquele prato, o momento em que você vai compartilhá-lo com alguém. Por isso, preparar bolos é uma maneira muito boa de desenvolver aquela consciência equilibrada do momento e do contexto mais amplo", diz Julie Ohana.

"Acho que oferecer comida a outra pessoa é reconfortante tanto para a pessoa que recebe a comida quanto para aquela que a serve e oferece." (Pincus)

Todos os trechos foram retirados do artigo, que você poderá ler na íntegra: aqui.


Pra encerrar, quero compartilhar com vocês a receita que fiz de broa de milho:

Ingredientes: 
300 gramas de farinha de milho
300 gramas de farinha de trigo
300 gramas de açúcar
1 colher de sopa de fermento para bolo
2 ovos
1/2 xícara de leite

Opcional: goiabada, erva doce 

Preparo:
Mistura os quatro primeiros ingredientes, coloca um ovo, mistura bem, coloca o segundo ovo e volta a misturar bem, bem; o leite você deve por de pouco a pouco, o meu sobrou um tanto de leite no fundo da xícara, o ponto da massa da broa é tipo massa de modelar.

Tem o vídeo que a Luciana, do Culinária-em-casa, explica bem direitinho o modo de preparo: aqui.

Forno pré-aquecido, 200º, por 35/40 minutos.

Vocês notaram que faltou a foto da broa já assada, na próxima fornada posto a foto! 

Boas leituras!

Nenhum comentário:

Postar um comentário