quinta-feira, 31 de março de 2016

O Pequeno Príncipe, Antoine de Saint-Exupéry

Foto de Projeto LEIA Gravataí.









 "É triste esquecer um amigo. Nem todo o mundo tem amigo. E eu corro o risco de ficar como as pessoas grandes, que só se interessam por números. Foi por causa disso que comprei uma caixa de tintas e alguns lápis também. É duro pôr-se a desenhar na minha idade, quando nunca se fez outra tentativa além das jibóias fechadas e abertas dos longínquos seis anos! Experimentarei, é claro, fazer os retratos mais parecidos que puder. Mas não tenho muita esperança de conseguir. Um desenho parece passável; outro, já é inteiramente diverso. Engano-me também no tamanho. Ora o principezinho está muito grande, ora pequeno demais. Hesito também quanto à cor do seu traje. Vou arriscando então, aqui e ali. Enganar-me-ei provavelmente em detalhes dos mais importantes. Mas é preciso desculpar. Meu amigo nunca dava explicações. Julgava-me talvez semelhante a ele. Mas, infelizmente, não sei ver carneiro através de caixa. Sou um pouco como as pessoas grandes. Acho que envelheci."
O Pequeno Príncipe, Antoine de Saint-Exupéry

Boas leituras!
 

quarta-feira, 30 de março de 2016

5 Motivos que explicam por que ler é importante

Foto de Projeto LEIA Gravataí.

O Stand agora!

 5 Motivos que explicam por que ler é importante:
O hábito da leitura pode nos trazer diversos benefícios essenciais para nosso desenvolvimento. Confira 5 motivos que explicam por que ler é importante e saiba mais:

1. Falar sobre diversos assuntos
Ao ler com frequência, você passa a ampliar seu conhecimento sobre diversos tipos de conteúdo, desde fatos reais até histórias de ficção. Com isso, você expande sua capacidade de compreensão e se torna capaz de trazer assuntos diferentes às conversas, o que provavelmente fará com que você se sinta mais criativo.


2. Encontrar empregos melhores
Com um conhecimento mais amplo sobre diversos assuntos, você terá mais chance de ser bem-sucedido com as oportunidades de emprego encontrar. Uma pessoa culta que mostra ter vontade de manter-se aprendendo constantemente tem mais chances de se destacar entre os candidatos a uma vaga, conquistando os recrutadores.

3. Melhorar a memória
Quanto mais livros você ler, maior será sua compreensão. Ao entender a importância de um assunto e o motivo pelo qual ele é importante, você se lembrará dele com mais clareza, fazendo com que sua memória seja aprimorada.

4. Aprimorar a capacidade de aprendizado
Se você costuma ser desatendo ao realizar suas tarefas, passar a ler mais pode ajudar. Seu interesse por assuntos diversos aumentará e você se sentirá mais motivado a procurar por novas informações, aprimorando seu aprendizado.

5. Diminuir o estresse
Realizar diversas tarefas ao mesmo tempo devido à falta de atenção é uma atitude estressante, principalmente porque essas atividades fragmentadas normalmente são concluídas de maneira incompleta e inadequada. Como a leitura aumentará o seu foco, você deixará esse hábito de lado, fazendo com que você se sinta mais relaxado por ter mais concentração, assim como acontece na meditação.

Fonte: Universia Livros [ http://noticias.universia.com.br/…/5-motivos-explicam-ler-e… ]

Boas leituras!
 

terça-feira, 29 de março de 2016

Sobre Licença Creative Commons

Foto de Projeto LEIA Gravataí.


 A palavra do dia é Desculpa. Quando erramos precisamos nos responsabilizar pelo nosso erro. Existe algo que se chama respeito e que deve ser exercitado diariamente, sob pena do mundo virar "terra-de-ninguém"... Utilizamos uma imagem com direitos autorais, fomos notificados e já acertamos a retirada dessa arte dos nossos bancos de imagens. Que isso nos sirva de alerta sobre o uso de imagens com licença Creative Commons.

Para saber mais: https://creativecommons.org/licenses/?lang=pt_BR

*imagem https://br.pinterest.com/scornlio/palavras-soltas/

Boas leituras!

segunda-feira, 21 de março de 2016

21 de Março - DIA INTERNACIONAL DA LUTA PELA ELIMINAÇÃO DA DISCRIMINAÇÃO RACIAL

"No dia 21 de março de 1960, na cidade de Joanesburgo, capital da África do Sul, 20 mil negros protestavam contra a lei do passe, que os obrigava a portar cartões de identificação, especificando os locais por onde eles podiam circular.
No bairro de Shaperville, os manifestantes se depararam com tropas do exército. Mesmo sendo uma manifestação pacífica, o exército atirou sobre a multidão, matando 69 pessoas e ferindo outras 186. Esta ação ficou conhecida como o Massacre de Shaperville. Em memória à tragédia, a ONU – Organização das Nações Unidas – instituiu 21 de março como o Dia Internacional de Luta pela Eliminação da Discriminação Racial.

O Artigo I da Declaração das Nações Unidas sobre a Eliminação de Todas as Formas de Discriminação Racial diz o seguinte:
"Discriminação Racial significa qualquer distinção, exclusão, restrição ou preferência baseada na raça, cor, ascendência, origem étnica ou nacional com a finalidade ou o efeito de impedir ou dificultar o reconhecimento e exercício, em bases de igualdade, aos direitos humanos e liberdades fundamentais nos campos político, econômico, social, cultural ou qualquer outra área da vida pública"
Segundo o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento – PNUD – em seu relatório anual, "para conseguir romper o preconceito racial, o movimento negro brasileiro precisa criar alianças e falar para todo o país, inclusive para os brancos. Essa é a única maneira de mudar uma mentalidade forjada durante quase cinco séculos de discriminação”.

http://www2.portoalegre.rs.gov.br/pwdtcomemora…/default.php…
*imagem Google

Boas leituras!

21 de Março, DIA UNIVERSAL DO TEATRO

Foto de Projeto LEIA Gravataí. 











*Imagem por Lucas Capitão 

"A arte de interpretar uma história pode ser resumida, simplesmente, na palavra teatro, que “representa” várias teorias sobre sua origem. Alguns antropologistas acordam que teria surgido a partir dos rituais primitivos. Outra hipótese seria a partir da contação de histórias, do desenvolvimento de danças, jogos, imitações. Ou seja, os rituais na história da humanidade começam por volta de 30 mil anos atrás. O que se tem certeza, porém, é que em 21 de março se comemora o Dia Universal do Teatro. E que no Brasil o teatro tem suas origens nas práticas de evangelização dos jesuítas no século XVI, mas só entra em pleno desenvolvimento nos séculos XIX e XX.
A melhor definição de teatro para muitos fazedores e amantes desta arte é: Vida. Teatro é vida! A arte de interpretar a partir desta denominação vai muito além de apenas representar o cotidiano e a cultura de um povo. Quando se entende o teatro como vida, um mundo de possibilidades se abre, tudo em volta vira objeto dramático. A vida pulsa, e nesse movimento, personagens da vida real, os sonhos ou os imaginados compõem o grande teatro mágico da vida. Tudo é cena, observe!" 

Texto: https://maoseobras.wordpress.com/…/dia-21-de-marco-dia-uni…/

Boas leituras!

segunda-feira, 14 de março de 2016

Dia 14 de março na História

Foto de Projeto LEIA Gravataí.

Albert Einstein nascido a 14 de março de 1879, em Ulm, na Alemanha.

É dele a icônica frase: "No meio de toda dificuldade encontra-se a oportunidade." 

Físico e matemático, estabeleceu a relação entre massa e energia e formulou a equação que se tornou a mais famosa do mundo: E = mc². 

Em 1921, recebeu o Prêmio Nobel de Física, por seus trabalhos sobre o efeito fotoelétrico e a teoria quântica.

Boas leituras!

terça-feira, 8 de março de 2016

Dia Internacional da Mulher



Quem são as mulheres que estampam a capa da Cartilha da Lei Maria da Penha e Feminicídio? Malala Yousafsai, Joana D'arc, Frida Kahlo, Maria da Penha Maia Fernandes, Margarida Alves, Simone de Beauvoir, Escrava Anastácia e Olga Benário. Clica na imagem abaixo para saber mais...

"Cartilha Lei Maria da Penha e Feminicídio.

Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Lei nº 13.104, de 9 de março de 2015

Comissão de Cidadania e Direitos Humanos
Assembléia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul

Projeto LEIA Gravataí

Rua Lateral a RS 020, nº 1736, Morada do Vale I

*Aceitamos doações."


 Cartilha Lei Maria da Penha e Feminicídio.

Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Lei nº 13.104, de 9 de março de 2015

Comissão de Cidadania e Direitos Humanos
Assembléia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul


Boas leituras!

Amigo Oscar Esportes visita o Stand LEIA Gravataí


Muito contentes recebemos a visita no sábado [ 05/02 ] do amigo Oscar Jaeger conhecendo nosso Projeto e aproveitamos também para contribuir com seu Projeto de Corridas em Gravataí... estaremos divulgando suas próximas corridas, em Maio alusiva às mulheres e em agosto a 2ª do Trânsito.
 Comentário:
Maria Emilia Resendes Que ser humano incrível! Quanto mais a vida lhe apresenta desafios mais ele luta e não se abate! Determinação e força de vontade, enquanto muitos entregariam os pontos e por vezes teriam até um discurso baixo astral o Oscar Esportes é esse cara super do bem, que só compartilha vontade de viver! Abraço! Curtam sua página Oscar Esportes e acompanhem suas atividades esportivas!
 
Boas leituras! 
 

segunda-feira, 7 de março de 2016

Entrevista com Jim Davis

Foto de Projeto LEIA Gravataí.

"Ler, todo dia, uma história nova do Garfield é um prazer para os leitores, não é? Mas... e escrever e desenhar uma dessas histórias, que tem de sair no jonral de todo dia, como será que é? Jim Davis, 52, é quem cria as histórias do GARFIELD. Jim é americano e está viajando pelo mundo para comemorar os 20 anos do seu personagem. Ele começou a desenhar quando era criança. Como Jim tinha asma, não podia ajudar a família dele nos trabalhos da fazenda onde morava. Nesta semana em que esteve no Brasil, Jim Davis deu a entrevista exclusiva a seguir à Folhinha:
Folhinha _ Quantos anos tem o Garfield?
Jim _ O Garfield mente sobre a idade!Mas eu vou contar: ele tem 20 anos. Ele nasceu em 19 de junho de 1978.
Folhinha _ Onde ele nasceu?
Jim _ Ele nasceu na cozinha de uma cantina italiana. A mãe dele ainda vive lá, com um monte de irmãos do Garfield.
Folhinha _ Por que ele é laranja?
Jim _ Porque foi inspirado em uma raça de gatos comum nos EUA. Chama-se "yellow tabby" (significa gato malhado amarelo).
Folhinha _Quanto pesa?
Jim _ Olha, ele é muito sensível nesse assunto! Mas ele costuma dizer: "Eu não estou acima do meu peso, estou abaixo da minha altura!".
Folhinha _ O que você quer dizer ás crianças?
Jim _ Muitas coisas! Para lerem bastante, quadinhos, mas também livros.
Folhinha _ O que o Garfield diria às crianças?
Jim _ Muitas coisas também! Mas algo do tipo: "Você já amou um gato hoje?"
Folhinha _ O que você prepara para Garfield no futuro?
Jim _ Não posso dizer! Ele é o meu chefe! Ele decide!

[ Folha de São Paulo, 1/11/1997 ] Livro Montagem e Desmontagem de Textos, Hermínio Sargentim, 1999. ]

Boas leituras!

quinta-feira, 3 de março de 2016

Sobre o Vento, Maria Emília Resendes


Foto de Projeto LEIA Gravataí.




Compartilho esse belo texto da Emília, de 05/11/13,

"Não tenho paciência para o vento...
Fernando Pessoa escreveu que só de ouvir o vento passar valia ter nascido...

Érico Veríssimo se queixava que o tempo custava a passar quando se espera, principalmente quando venta. Parece que o vento maneia o tempo...

Mario Quintana disse que a maior dor do vento, era não ser colorido...

E William Ward mais precavido dizia que o pessimista se queixa do vento, o otimista espera que ele mude, e o realista ajusta as velas...

Mas enfim, disse Sêneca: não existe vento favorável para o marinheiro que não sabe aonde ir...

Estamos na estação dos ventos... sopra frio e impertinente o dia inteiro... na minha cidade geralmente a noite é tranquila, mas esse período da tarde é inclemente... é um vento que açoita, assola, entra pelos ouvidos, assovia lamentoso, não tenho paciência para o vento... Maria Emilia Resendes
"Que vaidosos cata-ventos somos nós!" [ Emily Brontë ]

Publicado originalmente:  http://milaresendes.blogspot.com.br/…/o-vento-e-minha-falta…

Boas leituras! 
 

quarta-feira, 2 de março de 2016

Amigos Sérgio Borges e Paulo Sadi fazem doações de livros!


O amigo Sérgio Eduardo Borges, além de colaborador do Projeto LEIA Gravataí é um grande incentivador com as doações que tem feito!
  
"É porque se integra _ na medida em que se relaciona, e não apenas se acomoda _ que o homem cria, recria e decide." Paulo Freire

O amigo Paulo Sadi colaborando com o Projeto LEIA Gravataí! 
 "[ ... ] sobre aprender a ler. Tudo começa quando a criança fica fascinada com as coisas maravilhosas que moram dentro do livro. Não são as letras, as sílabas e as palavras que fascinam. É a história." Rubem Alves
Boas leituras!