sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

Anabel Lorenzi faz doação de Caretilhas do CCDH


"A utopia está lá no horizonte. Me aproximo dois passos, ela se afasta dois passos. Caminho dez passos e o horizonte corre dez passos. Por mais que eu caminhe, jamais alcançarei. Para que serve a utopia? Serve para isso: para que eu não deixe de caminhar.”
― Eduardo Galeano
Que felicidade quando temos pessoas amigas que colaboram com nossas utopias! 
Anabel Lorenzi, nos trouxe publicações da Comissão de Direitos Humanos da Assembléia Legislativa do RS. 

Tem algum livro ou revista em casa e quer doar? Faça contato conosco!
Rua Lateral a RS 020, nº 1736, Morada do Vale I, Fone: 3490-2397



Pra saber mais:

A CCDH, realiza atividades de atendimento ao público para receber e encaminhar denúncias, palestras, oficinas, produção de seminários, publicações, pareceres, visitas a instituições públicas e organizações não-governamentais (ONGs), formulação legislativa, proposição de políticas públicas e articulação da sociedade.

Seu objeto de intervenção é, fundamentalmente, a denúncia de violação de direitos. Sejam individuais ou coletivas, provenientes de todos os municípios do RS, através de visitas, telefonemas, correspondências ou audiências públicas, as denúncias são, ao mesmo tempo, ponto de partida e dados mensuráveis e qualitativos para avaliação da situação dos Direitos Humanos no Estado e para formulação de políticas públicas de garantias individuais e coletivas.

Essa intervenção se dá através do encaminhamento das denúncias aos órgãos responsáveis pela solução de cada caso individual ou coletivo: Defensoria Pública, Ministério Público, Corregedorias da Brigada Militar (BM) e da Polícia Civil (PC), conselhos da sociedade, conselhos tutelares, as instâncias do Poder Executivo e do Poder Judiciário, entre outros.

Mas não é só a solução denúncias o alvo da CCDH. Sua atuação mais global refere-se à formulação de projetos de lei (proteção às vítimas de violência, indenização aos torturados no RS durante a ditadura militar, Lei da Reforma Psiquiátrica; Dia Estadual de Luta contra a Tortura); aos programas de formação de cidadania (oficinas, cursos, seminários, palestras); as publicações (“Relatório Azul”, "Terra, Trabalho e Moradia - Direitos Econômicos", "Dignidade Sim! Alca Não!", "Caderno da Cidadania", entre outros) e campanhas.
Para acessar mais publicações online: clica aqui.

Boas leituras!

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2016

Inventário de Pequenas Alegrias, Rubem Penz


"Amanhecer com raios de sol ultrapassando a fresta da cortina depois de uma noite de temporal; [ .... ] Cevar o mate antes mesmo de o sol nascer e, no amargo, saber-se parte de uma história maior; [ ... ] Encontrar numa crônica a exata descrição do que pensamos, o reforço para algo que cremos; E melhor ainda: encontrar na crônica um pensamento novo, a necessária revisão de uma crença." 

Esse belo texto de Rubem Penz compartilhado pela amada e sempre Tutora Profi Lu... luz em meio às trevas!
 
Este e demais textos de Rubem Penz: http://www.metrojornal.com.br/nacional/rubem-penz/inventario-de-pequenas-alegrias-260041
 
*Créditos da imagem Luciane Schmidt — 

Boas leituras!
  


sábado, 13 de fevereiro de 2016

Giovana faz doações de livros

 
 
A nossa sobrinha Giovana resolveu também fazer a sua doação de livros para o Projeto LEIA Gravataí! 

Agradecemos de coração Gigi!

Boas leituras!
 

terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

Amigo e escritor Sebastião Medeiros faz doações de livros

 
 
Nosso amigo, escritor e incentivador do Projeto LEIA Gravataí, Sebastião Medeiros, fez novas doações de livros! 

Obrigado pela parceria amigo!

Ele está novamente com coluna no Jornal Correio de Gravataí:




Boas leituras!